O VOZ DO OUTRO: A REPRESENTAÇÃO NO DOCUMENTÁRIO E CRIAÇÃO DE BIOGRAFIAS VISUAIS

Kamyla Faia Maia

Bacharel em Comunicação Social- Jornalismo pela UFG

Especialista em Cinema e Educação- IFITEG

 

RESUMO

A presente análise busca mostrar as contradições na forma com que os documentaristas retratam o outro de classe, indivíduo que geralmente se encontra em posição inferiorizada em relação ao realizador. Com isso o artigo tenta mostrar de que maneira o fazer documentário tem evoluído em termos estéticos e éticos, deixando a mera utilização de “personagens” para comprovar um discurso pré-estabelecido e alcançando a representação mais fiel de diferentes personalidades. Por meio desta evolução pretende-se comprovar que a partir dos filmes documentais é possível, em casos específicos, fazer um biografia visual dos sujeitos representados.

Para ler o textos completo acesse: http://www.slideshare.net/grupointerartes/o-voz-do-outro

Deixe um comentário

Arquivado em (Audio)visualidades/ Scinestesias/ Espacialidades, Artigos Científicos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s